A reportagem “Alunos encontram desaparecidos na internet” ficou em 3º lugar no 5º Concurso Universitário de Jornalismo promovido pela CNN Internacional. 

 

Solidariedade coletiva

Estudantes procuram pessoas desaparecidas em projeto de escola

 POR Renan Gouvêa

Nas aulas de português da professora Sandra Camargo, na Escola Estadual “Vereador José Bompani”, os alunos aprendem uma lição diferente. Com eles, a professora toca o “Solidariedade em Prática”, projeto em que os alunos criam blogs e comunidades em redes de relacionamento da internet para encontrar pessoas desaparecidas.

O projeto teve inicio em agosto de 2008 na Escola Estadual “Walter Ferreira”, também na periferia de Ribeirão Preto, no interior paulista, onde Sandra lecionava. E logo no primeiro mês uma pessoa foi achada. Com o tempo, outras três também tiveram a chance de reverem seus parentes.

A ideia do projeto surgiu após pedido da aposentada Josefa da Silva, 59 anos. Ela foi aluna de alfabetização de Sandra e um dia ´pediu ajuda para encontrar seu filho, desaparecido há 12 anos.. “Meus alunos se prontificaram em criar blogs para postar as fotos. Eles também escreveram cartas para confortar as famílias durante as procura e daí tudo” diz a professora.

No segundo semestre de 2008, José Laércio, filho da Josefa, foi encontrado pelos alunos em Vitória (ES). “Sofri muito e hoje estou feliz em dobro”, conta Josefa.

Hoje, 150 estudantes estão no projeto. Um deles é Grabrielli Borges, 11 anos, que já achou pistas de Marcelo Fortes Junqueira, desaparecido há oito anos. “Descobri o desenho da tatuagem dele no ombro e já avisei meus colegas. Vamos Achá-lo.”